Produtor rural usa cada vez mais internet para se informar

App no campo

Utilização de smartphones, aplicativos e redes sociais acentua digitalização do campo

O produtor rural usa cada vez mais a internet para se informar. É o que aponta a 7a. Pesquisa Hábitos de Mídia do Produtor Rural, elaborada pela Associação Brasileira de Marketing Rural e Agronegócio (ABMR&A). A pesquisa foi divulgada nos primeiros dias de junho de 2017.

Segundo o levantamento, que consultou 2.835 produtores rurais de 15 Estados, o uso da internet entre o homem do campo alcançou 42% dos entrevistados, salto de 7,7% frente o resultado da pesquisa de 2013.

O uso de smartphones é outro dado que reforça a forte tendência de digitalização do produtor rural brasileiro. Em 2013, apenas 17% dos produtores consultados disseram ter o aparelho. No levantamento de agora, 2017, 61% dos entrevistados afirmaram possuir ao menos um “celular inteligente”.

VEJA TAMBÉM: Presença feminina no agronegócio cresce e chega a 31%
No que diz respeito a aplicativos e redes sociais, o Whatsapp lidera a preferência dos produtores conectados, com 96% deles declarando usar o app. Em seguida, vem o Facebook (67%), Youtube (24%), Messenger (20%), Instagram (8%) e Skype (5%). “O produtor rural vem usando cada vez mais a internet para se atualizar, buscar informações sobre mercados e insumos”, disse Marcelo Claudino, responsável pela pesquisa.

Outra mídia que avançou na preferência dos produtores rurais foi o rádio, usado por 75% dos consultados, crescimento de 7% sobre o levantamento de 2013. A televisão perdeu pequeno espaço na preferência dos produtores, mas permanece na liderança como meio de comunicação mais utilizado por 92% deles. Por sua vez, publicações impressas [jornais e revistas] e a tevê por assinatura estão sendo menos consumidos pelos produtores rurais.

(Fonte: DATAGRO)

A importância do rádio

A ABERT publicou em seu boletim semanal nº 284 de dezembro, a importância do radinho de pilha em catástrofes, como a que ocorreu recentemente em Santa Catarina. Vale a leitura. Fonte: www.abert.org.br.

radio_pilha

 

 

 

 

 

 

Acervos científico e tecnológico em bases digitais da Embrapa somam mais de 4 milhões de downloads em 2015

Daniely Lima - Sistemas de Acesso Aberto da Embrapa são fontes de pesquisda para a sociedade

Os repositórios de acesso aberto da Embrapa: Acesso Livre à Informação Científica (Alice) e Informação Tecnológica em Agricultura (Infoteca-e),  obtiveram juntos, em 2015, mais de 4 milhões de downloads (documentos e publicações baixados pela internet). Conforme resultados divulgados em janeiro de 2016, na primeira edição do Ranking Mundial Web de Centros de Pesquisa, elaborado pelo Conselho Superior de Pesquisa Científica da Espanha (CSIS), o Alice ocupa, atualmente, a 241ª posição entre os repositórios científicos de acesso aberto mais visitados no mundo, em um total de 2.297 avaliados. Na América Latina, está em 14º lugar de um total de 191 repositórios classificados, e no Brasil é o 7º mais acessado entre os 51 brasileiros classificados.

Continuar lendo

Público do Plano Brasil Sem Miséria participa de oficina de comunicação em Sergipe

Com o objetivo de aumentar a participação e o envolvimento das comunidades rurais na elaboração e divulgação de informações sobre o Plano Brasil Sem Miséria nos Territórios da Cidadania, a Embrapa, em parceria com a Articulação Semiárido Brasileiro (ASA), realiza, de 4 a 6 de novembro, a segunda oficina Comunicação para Convivência com o Semiárido, em Canindé de São Francisco, Território Alto Sertão Sergipano.
Com público diversificado, envolvendo pesquisadores e jornalistas da Embrapa, radialistas, agricultores familiares, técnicos da Empresa de Desenvolvimento Agropecuário de Sergipe (Emdagro), e comunicadores de organizações não-governamentais, a oficina  reunirá cerca de 40 participantes. Também estarão presentes rádios parceiras do Prosa Rural (o programa de rádio da Embrapa) como a Amanhecer FM de Canindé de São Francisco. A primeira oficina foi realizada em julho, no município de Igaci (AL), com o público do PBSM do Agreste Alagoano.

Continuar lendo

Embrapa sedia em Brasília treinamento para uso do Portal de Periódicos Capes

Foto: Daniely Lima

Foto: Daniely Lima

A Embrapa sediará nos dias 29 e 30 de setembro, em Brasília (DF), o treinamento anual para o uso do Portal de Periódicos Capes. O curso se destina a todos os empregados da Empresa e também às instituições de ensino e pesquisa, além de ministérios e escritórios de assistência técnica e extensão rural usuários do Portal. A iniciativa é da Embrapa Informação Tecnológica (Brasília/DF) e do Sistema Embrapa de Bibliotecas (SEB), em parceria com a equipe da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) – fundação do Ministério da Educação (MEC), que desempenha papel fundamental na expansão e na consolidação da pós-graduação stricto sensu (mestrado e doutorado) em todos os estados da Federação. Continuar lendo

24 anos com muita alegria e festa

Na última sexta-feira, dia 14, a Gerente-geral, Selma Beltrão, e empregados da Embrapa Informação Tecnológica se reuniram na livraria para comemorar os 24 anos da Unidade.

20150814_155027O ambiente decorado com balões agradou em cheio à equipe, que tirou um tempinho para festejar esta data tão especial e participar de oficinas de maquiagem, de reciclagem, de patch aplique e de concurso culinário. Continuar lendo

Guia prático para identificação de fungos mais frequentes em sementes de soja

imagem daniely limaA publicação é destinada aos técnicos que atuam nos laboratórios de análise de sanidade de sementes de soja. O guia é bastante ilustrativo, com fotos e desenhos das estruturas dos principais fungos que ocorrem nas sementes de soja, o que permite identificar os patógenos com maior segurança.
Elaborado pelo pesquisador Ademir Assis Henning, o guia fornece subsídios para indicar o melhor tratamento com fungicidas, juntamente com o teste de tetrazólio, e informações importantes sobre problemas de baixa qualidade e como corrigir suas causas.

Manejo de plantas daninhas na cultura do algodoeiro

foto daniely limaO livro Manejo de plantas daninhas na cultura do algodoeiro contou com uma equipe de dez autores para abordar temas que desafiam o aprimoramento da cotonicultura brasileira.

O objetivo é ampliar as fontes de informação sobre o tema, para atender a produtores, técnicos, estudantes e contribuir para a difusão do conhecimento e a evolução da cotonicultura brasileira e tropical.

A obra apresenta diferentes aspectos da ciência das plantas daninhas, considerando a cultura do algodoeiro como parte dos sistemas de produção, nos quais predominam a rotação e a sucessão com culturas produtoras de grãos.

Embrapa e Boulevard Shopping promovem oficinas sobre Hortas em Pequenos Espaços

Foto: Henrique Carvalho

Foto: Henrique Carvalho

As hortaliças estão ao nosso redor, no mercado, na feira, na geladeira, no prato. Segundo o Anuário Brasileiro de Hortaliças 2014, o Brasil produz anualmente 18 milhões de toneladas, considerando 32 culturas. Então que tal aprender a plantar alface, coentro, salsinha, cebolinha, orégano, couve, hortelã e muito mais em pequenos canteiros disponíveis em casa? Nos dias 30 e 31 de maio, a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e o Boulevard Shopping realizam, gratuitamente, oficinas sobre a produção de hortaliças em pequenos recipientes que podem ser colocados em quintais e varandas de casas e apartamentos.

Continuar lendo

Últimos dias para submissão de artigos ao número temático sobre ‘Solos e Sociedade’ da revista Cadernos de Ciência & Tecnologia

Ainda dá tempo de enviar artigos para a edição Solo e Sociedade

Ainda dá tempo de enviar artigos para a edição Solo e Sociedade

O periódico Cadernos de Ciência & Tecnologia (CC&T), publicado pela Embrapa, convida pesquisadores do Brasil e do exterior, professores e alunos de programas oficiais de pós-graduação de áreas e instituições relacionadas às áreas do conhecimento Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento Rural, a submeter trabalhos em formato de artigos científicos; artigos de revisão; ensaios; texto para debates; e resenhas bibliográficas; para compor a edição especial – Solo e Sociedade -, em comemoração ao Ano Internacional dos Solos. O prazo para a submissão dos trabalhos encerra no dia 15 de junho.

Continuar lendo