Radialistas e comunicadores da Embrapa discutem estratégias de atuação em rede para o desenvolvimento do Semiárido

 

foto: Arquivo/SCT

foto: Arquivo/SCT

Com o desafio de estabelecer estratégias de atuação em rede para o fortalecimento das ações de comunicação para o desenvolvimento local, um grupo de cem radialistas de seis Territórios do Plano Brasil sem Miséria (PBSM) do Semiárido brasileiro e de comunicadores da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) estarão reunidos nos próximos dias no Crato (CE), Aracaju (SE) e Janaúba (MG, respectivamente, de 21 a 23 de novembro, em Crato (CE), onde participam profissionais de comunicação de emissoras de rádio localizadas nos territórios Inhamuns-Crateús (CE), Cariri (CE) e Alto Oeste Potiguar (RN); de 28 a 30 de novembro, em Aracaju (SE), com radialistas do Agreste Alagoano (AL) e Alto Sertão Sergipano (SE); e, de 5 a 7 de dezembro, em Janaúba (MG), com a participação de radialistas do território Serra-Geral (MG).

Além de atuarem em emissoras de rádio localizadas em municípios onde há agricultores de baixa renda atendidos pelo PBSM, em comum, a maior parte dos radialistas transmite o Prosa Rural – o programa de rádio da Embrapa. Para a gerente-geral da Embrapa Informação Tecnológica (Brasília/DF), Selma Beltrão, os encontros, além de buscarem a aproximação desses profissionais com a Embrapa, procuram mostrar o importante do papel do rádio para a promoção do desenvolvimento local e para a inclusão social e produtiva. “A Embrapa é uma importante instituição pública que gera conhecimento e soluções que visam melhorar as condições de vida no campo, porém, não temos como fazer isso sozinhos. Daí a contribuição desses profissionais que estão nas comunidades, geram conteúdos e recebem o retorno do agricultor”, complementa.

Os encontros de radialistas nos territórios integram um conjunto amplo de ações que a Embrapa está desenvolvendo junto ao PBSM, desde 2011, e que visam combater à miséria, promover a segurança alimentar e contribuir na geração de emprego e renda nos Territórios da Cidadania. A Embrapa atua com 12 projetos no eixo de inclusão produtiva e as ações se concentram em 14 Territórios da Cidadania no Semiárido brasileiro.

Na programação dos eventos, além de apresentações sobre a dinâmica de funcionamento do plano governamental nos Territórios da Cidadania, serão ministradas oficinas técnicas sobre locução, roteiro para o rádio, entrevistas e linguagem.

Em 2012, foram realizados dois encontros com profissionais de emissoras de rádio do Nordeste e norte de Minas Gerais, reunindo, também, cerca de cem profissionais do rádio. Este ano, além da Embrapa, os eventos contam com a participação de representantes do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), da Associação Brasileira de Radiodifusão Comunitária (Abraco), parceiros institucionais da ação e do Prosa Rural. O projeto de capacitação de radialistas é resultado da parceria entre os comunicadores da Embrapa Informação Tecnológica (Brasília/DF), Embrapa Tabuleiros Costeiros (Aracaju/SE), Embrapa Agroindústria Tropical (Fortaleza/CE), Embrapa Caprinos e Ovinos (Sobral/CE) e Embrapa Milho e Sorgo (MG).

Texto: Maria Clara Guaraldo (Mtb 5027/MG)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *